Estados discutem enfrentamento ao Novo Coronavírus
28/02/2020 - 20:30

Secretários e equipes técnicas dos governos do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo se reuniram nesta sexta-feira (28), em Foz do Iguaçu, para discutir assuntos de interesse interestaduais. A reunião fez parte do sexto encontro do Consórcio de Integração do Sul e do Sudeste (Cosud), que prossegue neste sábado, com a participação dos governadores.

A reunião da equipe técnica teve 15 grupos de trabalho. Um dos destaques foi o Coronavírus (Covid-19), que já atinge 50 países, inclusive o Brasil. Atualmente, há um caso confirmado em São Paulo e dois suspeitos no Paraná. “Não há motivo para pânico, intranquilidade ou alarde”, afirmou o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

Os secretários estaduais e coordenadores das áreas da saúde e da segurança pública, deliberaram questões em andamento sobre o Novo Coronavírus e planejaram ações futuras pertinentes aos estados participantes.

De acordo com o secretário Beto Preto, todos os estados possuem planos de contingenciamento. “Após a confirmação em São Paulo, outras suspeitas apareceram. No Paraná, duas pessoas esperam o resultado de exames de contraprova, que deverão ser expedidos até segunda-feira”, explicou. 

O Paraná está alinhado aos protocolos previstos pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde. “O COE (Centro de Operações em Emergências) avalia todos os quadros e está em alerta para as informações de prevenção”, ressaltou Beto Preto. As ações preventivas são as mesmas indicadas para outras síndromes respiratórias, como a Influenza.

Segundo o secretário, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul solicitaram ao Ministério da Saúde o adiantamento da vacinação da gripe para o início de março. “A vacinação estava prevista para abril. Fomos atendidos pelo governo federal e daremos início a imunização em breve”, informou.

SEGURANÇA - O Novo Coronavírus foi pauta também do Grupo de Trabalho da Segurança Pública. “Reunimos os representantes dos estados para debater estratégias e entender como a área pode colaborar”, explicou Romulo Marinho, secretário da Segurança Pública do Paraná.

Ele explicou que estão sendo acompanhados os relatos da China e de países europeus para manter o Paraná preparado no caso de confirmação de casos da doença. “Verificamos que estão conseguindo atender rapidamente a população devido ao trabalho integrado entre estados, municípios e órgãos competentes. No Paraná, se tivermos casos confirmados, a Segurança Pública trabalhará com a Secretaria Estadual da Saúde para garantir apropriadamente o isolamento e quarentena para os pacientes”, informou.

O cenário nacional da segurança pública, segurança na fronteira, ações de combate a homicídios e feminicídios e a construção de novas delegacias da mulher nos estados também foram temas discutidos na reunião.

COMUNICAÇÃO - O combate às fake news sobre a epidemia do Coronavírus e a necessidade de divulgar informações que ajudem a prevenir a doença estiveram na pauta do encontro dos secretários estaduais da Comunicação Social. As equipes abordaram experiências sobre formatos de conteúdo e inovação na comunicação com a população.

Os secretários também falaram sobre a importância de responder de forma imediata as notícias falsas, reforçando a presença de porta-vozes de credibilidade em mensagens para redes sociais, além da imprensa tradicional.

De acordo com o coordenador de imprensa da Secretaria de Comunicação e Cultura do Paraná, Silvio Lohmann, ficou consolidado que as comunicações do estados devem agir para combater às fake news com notícias de credibilidade e com transparência. “Esse alinhamento é necessário para que a população tenha uma informação mais fidedigna daquilo que está acontecendo”, disse ele.

GRUPOS DE TRABALHO - Também foram realizadas reuniões nas áreas da fazenda e planejamento, desenvolvimento econômico, agricultura, turismo, inovação, ciência e tecnologia, educação, meio ambiente e infraestrutura, logística e transporte, saúde pública, segurança pública, gestão e planejamento, administração penitenciária, controle e transparência e reforma da previdência.

COSUD - Neste sábado, os governadores das regiões Sul e Sudeste estarão reunidos para debater o temaA Economia Sustentável e a Bioeconomia. O encontro terá palestras do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e do empresário, economista e escritor, Eduardo Moreira.

O Consórcio de Integração Sul e Sudeste foi criado em março de 2019. O objetivo é integrar esforços em áreas de interesse comum dos sete estados. As edições anteriores ocorreram em Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Gramado (RS), Vitória (ES) e Florianópolis (SC).

BOX
Sustentabilidade é tema principal do Grupo de Trabalho da Agricultura

O secretário da Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara, coordenou o Grupo de Trabalho que tratou da competitividade da produção agrícola, inserção em novos mercados e a maior presença da capacidade produtiva do agro brasileiro no mundo. A sustentabilidade foi foco principal, com vistas a iniciativas que promovam uma produção dentro dos padrões requisitados pelo Brasil e por outros países.

As ações, conforme explicou Ortigara, refletem o conceito de bioeconomia, com o uso, cada vez maior, de recursos renováveis. Ele ainda citou a importância de adotar medidas que eliminem a poluição e a contaminação, garantam a proteção ambiental total e promovam o reaproveitamento de materiais.

“Com o objetivo de conquistarmos novos mercados, também temos tratado no Cosud sobre a superação de barreiras, entre elas as sanitárias”, disse Ortigara. De acordo com o secretário, o Paraná já deu um passo importante neste sentido com a suspensão da vacinação de rebanho contra a febre aftosa. “Atitude relevante, porém ainda considerada pequena diante das barreiras sanitárias mundiais”, declarou.

Ortigara reforçou que os estados que compõem o Cosud representam 70% do PIB nacional e que a força conjunta pode ajudar a conquistar os objetivos. “Queremos fazer o mundo perceber a nossa capacidade de competir nesse ambiente de fornecimento de alimentos.”

Últimas Notícias